A Apeoesp Sorocaba (Sindicato dos Professores do Estado de São Paulo), junto a outras entidades e movimentos relacionados à educação, irão promover, nesta quarta-feira (15), um ato em defesa da educação pública e contra a Reforma da Previdência.

Segundo os organizadores, nesse dia haverá paralisação dos professores da rede estadual em todo o Estado de São Paulo, inclusive Sorocaba e Região. Professores municipais também devem paralisar as atividades.

O ato começará às 9 horas, na praça Coronel Fernando Prestes, no Centro de Sorocaba. Em um evento criado no Facebook, até às 7h30 desta terça-feira (14), havia a confirmação de 769 pessoas.

Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Sorocaba (SSPMS), Salatiel Hergesel, os servidores municipais também foram chamados para aderir à paralisação. “Ou você para e fica do lado da classe trabalhadora, ou você continua trabalhando achando que do jeito que está caminhando a educação no Brasil, está boa”, disse em vídeo divulgado na página oficial do sindicato no Facebook.

Segundo o Secretário de Educação de Sorocaba, André J. Gomes, a previsão, para esta quarta-feira, é de que haja aula normalmente nas escolas municipais.

Veja o cartaz do Ato

O dia 15 de maio, conforme programação, será “um dia nacional de lutas em defesa da educação pública, convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) e que contará com atos em diversas cidades do país, além de Sorocaba”.

Outras entidades que devem participar do ato são SINPRO, ASPAMS, SINTUFSCar, DCE Livre UFSCar e a AFUSE.

Pauta do ato:

Contra a Reforma da Previdência
Contra os cortes de verbas da educação
Contra os projetos autoritários na educação – pela liberdade de
ensinar.

FONTE: IPA ONLINE