Motivos Para Acreditar

USP desenvolve dispositivo capaz de acabar com dor da fibromialgia

Desenvolvido pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo, um dispositivo conjuga tecnologia laser e ultrassom para amenizar dores causadas pela fibromialgia; testes feitos na palma das mãos cessou dores de pacientes em 90% dos casos.

A pesquisa é conduzida por cientistas e professores do Grupo de Óptica do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), cujo tratamento inovador contra a fibromialgia conseguiu acabar com a dor de quase todos os pacientes em testes preliminares.

O pesquisador Antonio Eduardo de Aquino Junior, que lidera a pesquisa, ressalta que não se trata de curar a doença, considerada crônica, mas reduzir a dor causada por ela, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

“Com o tratamento, há pessoas que ficaram períodos de 30 dias sem nenhuma dor e outras, até 3 meses”, afirma.

“O tratamento evita o uso de uma gama de medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e antidepressivos, comumente utilizada para esse problema”, completa.

A fibromialgia é caracterizada por dores em até 18 pontos no corpo, de forma simétrica. Entre os outros sintomas estão fadiga crônica e sono não-reparador. É uma doença de causa desconhecida, associada ao sistema nervoso central e ao mecanismo que controla a dor.

Tratamento Foto Sônico une ultrassom e laser

Batizado na USP de “tratamento foto sônico”, o equipamento considerado pioneiro mundo afora é coordenado pelo professor Vanderlei Bagnato e desenvolvido pela equipe do Instituto de Física da universidade.

Ele é capaz de realizar a aplicação conjugada do ultrassom e do laser terapêutico, que é de baixa intensidade. O algoritmo e o sistema de funcionamento do aparelho são considerados inéditos de acordo com o pesquisador.

“Os pacientes com fibromialgia contêm um número maior de células sensoriais nas mãos do que as pessoas que não têm a doença. Então, utilizamos as palmas das mãos como porta de entrada para o tratamento. A ação luminosa em contato com o tecido celular produz ATP, que é energia. Como consequência, diminui a fadiga do paciente. Apesar da aplicação ser somente nas palmas das mãos, o efeito do tratamento é sistêmico, ou seja, atinge todo o corpo”, explica.

Vanderlei afirma que a conjugação das aplicações do laser e do ultrassom potencializam a ação anti-inflamatória de ambos os recursos, de modo a promover maior equilíbrio do organismo e das partes afetadas, desta forma, controlando a dor.

Segundo a USP, o equipamento tem previsão de chegar às clínicas e instituições médicas até a segunda metade deste ano.

Até aqui, existem dois pontos de atendimento disponíveis para o público, em São Carlos, a 230 km de São Paulo.

O primeiro ponto é a Unidade de Terapia Fotodinâmica, na Santa Casa da Misericórdia de São Carlos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (16) 3509-1351. As sessões são gratuitas. O outro local é a clínica Multifisio, onde é cobrada uma taxa simbólica de cerca de R$ 40. O telefone de contato é (16) 99762-7273.

FONTE: Razões Para Acreditar

INFORMAÇÕES:R7

SorocabaniceS
the authorSorocabaniceS
Jackson Freitas, criou a página SorocabaniceS no Facebook em 2015, apenas por diversão e para levar um pouco de humor para os Sorocabanos. Hoje em dia, o Sorocabanices, já se tornou a maior mídia social de entretenimento do interior de SP. Cobrando serviços dos governantes para a população de Sorocaba, com várias campanhas sociais, notícias e diversão, com mais de 1 milhão e 300 mil seguidores, levando o nome de Sorocaba para o Brasil e o mundo! Afinal, todo Sorocabano tem suas Sorocabanices.