Início Pelo Brasil Chuva forte provoca alagamentos na Grande SP; causa desabamento e deixa mortos

Chuva forte provoca alagamentos na Grande SP; causa desabamento e deixa mortos

145
0

Casa cedeu em Ribeirão Pires, na região do ABC, durante tempestade; duas pessoas morreram e outras duas ficaram soterradas

As fortes chuvas que atingiram a capital paulista e a Grande São Paulo na noite de domingo e na madrugada desta segunda-feira, 11, causaram diversos alagamentos. Neste momento, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), há 27 pontos de alagamento na cidade de São Paulo, sendo 15 transitáveis e 12 intransitáveis.

Apesar dos congestionamentos, a tempestade perdeu força e não há mais registro de precipitações, de acordo com o CGE. Na região do Grande ABC, o rio Tamanduateí e seus afluentes ainda estão com as cotas muito elevadas ou extravasadas, o que ainda mantém regiões em estado de alerta por precaução.

Durante a madrugada, foi emitido um estado de alerta para a Marginal Tietê em razão da possibilidade de transbordamento do Rio Tietê na Ponte do Piqueri e na Ponte Dutra.

GRANDE ABC

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o desabamento de uma casa em Ribeirão Pires, no Grande ABC Paulista, deixou duas pessoas soterradas, duas mortas e uma ferida, que foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) na noite de domingo.

Quatro viaturas foram encaminhadas ao local do desabamento, registrado às 23h43 na Rua Caiçara, número 100. Na cidade vizinha Mauá, outro desabamento deixou quatro mortos, todos crianças.

Em São Paulo, no Parque São Rafael, divisa com o Grande ABC Paulista, um deslizamento de terra deixou uma mãe e duas crianças feridas. Uma das menores está em estado grave e recebeu atendimento em um PS em Sapopemba, de acordo com o Corpo de Bombeiros.

Por volta das 3h, a Ecovias informou que o nível da água começou a baixar e que parte dos trechos da rodovia Anchieta, em São Bernardo do Campo, poderia ser liberada para a passagem dos veículos que ficaram represados por conta das chuvas.

A cidade de São Paulo e municípios da região metropolitana foram fortemente atingidos por chuvas ao longo da noite de domingo e da madrugada desta segunda-feira, 11. Quatro pessoas morreram no desabamento de uma casa em Ribeirão Pires, no Grande ABC. Chovia forte quando uma residência desabou na Rua Caiçara, por volta das 23h43.

Embora transtornos se estendam pela manhã em diferentes pontos, o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE) tirou todos os bairros da capital do estado de atenção para alagamentos às 5h33, com exceção da subprefeitura do Ipiranga (ainda em estado de alerta). A Marginal Tietê foi retirada do alerta às 7h08. Partes do ABC seguem isoladas pela água.

Por causa da situação crítica, a Prefeitura de São Paulo anunciou a suspensão do rodízio de veículos nesta segunda, durante todo o dia, para carros e caminhões.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, durante o período de chuva forte, especialmente entre 00h01 e 6h30 desta segunda-feira, foram registrados 601 pontos de enchentes e alagamentos na cidade, transbordamentos de rios, 34 acionamentos de quedas de árvores e 54 desmoronamentos e desabamentos.

Em um incidente por volta da 1h, um deslizamento de terra atingiu uma residência na Rua dos Cravos, no bairro de São Rafael, na Zona Leste da capital. Os bombeiros retiraram uma mãe e duas crianças dos escombros, uma delas em estado grave.

De acordo com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a circulação da Linha 10-Turquesa está interrompida nesta segunda-feira por causa dos alagamentos causados pela forte chuva e não há previsão de normalização. A linha parte do terminal Luz e vai até Rio Grande da Serra, município localizado próximo à Ribeirão Pires. Passageiros relataram alagamentos pelas redes sociais.

A partir de 0h03, toda a cidade de São Paulo entrou em estado de atenção para alagamentos, por conta das chuvas, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE). Algumas a subprefeituras entraram em estado de alerta durante a noite a madrugada, como a do Ipiranga, onde o Rio Tamanduateí entrou em iminência de transbordar às 22h02.

Na Rua Cipriano Barata, no Ipiranga, o Corpo de Bombeiros resgatou uma vítima dentro de um carro levado pela correnteza. Outros rios da cidade entraram em iminência de transbordar, como o Rio Verde e o Rio Aricanduva, ambos na Zona Leste.

As duas marginais também entraram em estado de alerta em momentos da noite: às 23h52, o Rio Pinheiros entrou em iminência de transbordamento na altura da ponte João Dias. À 1h33, o Rio Tietê recebeu alerta de transbordamento na Ponte do Piqueri e Ponte Dutra.

Além da capital, a região do ABC foi fortemente afetada. Todas as saídas para São Paulo a partir de Diadema, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul foram interditadas em razão de alagamentos, além de um trecho da Via Anchieta.