Notícias em Sorocaba

PM prende homem e ele confessa ter matado GCM na Itavuvu em Sorocaba

FONTE: JORNAL IPANEMA – A Polícia Militar prendeu, durante a madrugada deste domingo (23), um homem suspeito de ter matado um Guarda Civil Municipal de Sorocaba.

O GCM Paulo Roberto de Moraes, 42 anos, foi morto a tiros no dia 2 de fevereiro, na avenida Itavuvu. Ele estava à paisana quando foi vítima dos disparos.

Conforme a PM, o suspeito de ser autor do homicídio foi preso durante a “Operação Carnaval Mais Seguro”, na Zona Norte. Ele estava em um carro que fez manobra brusca quando percebeu a presença de viaturas da polícia. Houve perseguição policial e o veículo onde estava o suspeito bateu em uma árvore.

Quando a PM se aproximou do carro o motorista saiu e começou a atirar. Os policiais revidaram e o atingiram. O suspeito entrou em uma mata e escapou. Outros dois homens também estavam no carro. Estes foram detidos.

Enquanto a PM apresentava a ocorrência no Plantão Policial Norte, o suspeito que havia fugido seguiu até o Pronto Socorro do bairro Laranjeiras. Ele estava ferido com um tiro na região da escápula. A PM foi acionada, o reconheceu e apurou que ele seria o autor do homicídio do Guarda Municipal. Ele confessou o crime e a PM o encaminhou à delegacia.

A morte

Moraes foi atingido por disparos de arma de fogo após tentar intervir numa confusão na avenida Itavuvu, na altura do número 5.103, por volta das 5h. O agente estava à paisana e teve a sua armada subtraída por uma das pessoas, que acabou disparando contra ele.

Ele morreu no canteiro de obras do BRT. O caso foi apresentado no plantão Norte da Delegacia Participativa e deverá ser investigado pela Polícia Civil.

Por meio de nota oficial, a Prefeitura de Sorocaba e o comando da GCM lamentaram o ocorrido e relataram se solidarizar com os familiares da vítima.