Chuva deve atingir Sorocaba e todo interior paulista a partir desta quarta-feira (29)

A madrugada desta terça-feira ainda é fresca, para os padrões de janeiro, na maioria das regiões do estado de São Paulo. As temperaturas ficaram entre 14°C e 17°C em muitas cidades, incluindo a capital. Mas com o sol forte desde cedo, o ar esquentou rapidamente.

Os paulistas tiveram uma tarde com bastante calor, com temperatura de até 34°C na cidade de São Paulo e com marcas entre 34°C e 37°C em grande parte do litoral e do interior.

A partir da quarta, 29, a sensação de abafamento vai aumentar. O nível de umidade no ar volta a aumentar e o ar mais úmido vai trazer a sensação de abafamento.

A tarde de 27 de janeiro foi a mais quente deste ano em São Paulo e a mais quente do verão. O Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registrou 33,6°C de temperatura máxima às 15 horas na estação meteorológica do Mirante de Santana, na zona norte da capital paulista. Este valor poderá subir alguns décimos na leitura de temperatura máxima feita às 21 horas da segunda-feira, hora de Brasília.

O recorde anterior de maior temperatura de 2020 e do verão 2019/2020 era de 33,3°C, no dia primeiro de janeiro.

Quando volta a chover?

Nesta terça-feira, 28 de janeiro, o sol e o tempo predominaram no estado de São Paulo. O dia será com sol forte, calor e sem chuva na Grande São Paulo e na maioria das áreas do interior e no litoral do estado. Tem previsão de pancadas de chuva a partir da tarde no Vale do Paraíba, na Mantiqueira e no norte do estado de São Paulo.

A partir da tarde de quarta-feira, 29, as pancadas de chuva voltam a ocorrer a partir da tarde em todas as regiões do estado de São Paulo, inclusive sobre a Grande São Paulo. A semana segue quente e o risco de pancadas de chuva moderadas a fortes e com raios, principalmente na sexta-feira e no sábado, 1 de fevereiro, quando uma frente fria estará passando pelo litoral paulista.