Início Brasil ‘Golpe do Motoboy’: Procon alerta consumidores para fraude de cartões

‘Golpe do Motoboy’: Procon alerta consumidores para fraude de cartões

119
0

O Procon SP faz um alerta aos consumidores para um golpe que voltou a ser realizado, principalmente contra idosos.

No chamado “Golpe do Motoboy” as vítimas recebem ligações de pessoas que se identificam como funcionárias de instituições bancárias e insistem que o sistema do banco detectou transações suspeitas ou saques elevados.

Os golpistas solicitam dados pessoais e senha da vítima para poder cancelar as irregularidades. Eles pedem que o consumidor ligue para o número do banco, mas não desligam a chamada – com isso, a vítima segue conversando com os golpistas.

De acordo com a diretora do Procon, Claudia Silvano, neste momento, o suposto funcionário do banco informa ao consumidor que um motoboy vai até a residência para fazer a troca do cartão irregular.

Os golpistas chegam a pedir que os clientes destruam o cartão antigo. “O que interessa para eles é o chip e eles conseguem fazer compras com a parte do cartão que sobrou”.

A diretora do Procon explica que em recentes decisões do judiciário ficou pacificado que não há possibilidade de responsabilizar o banco pelo prejuízo causado ao consumidor. De acordo com Claudia Silvano, a Justiça tem entendido que houve uma falta de cuidado por parte do cliente que entregou o cartão a um desconhecido. “Elas não estão ligando para as operadoras. Não tem uma má prestação por parte da operadora porque o consumidor acha que está ligando para a operadora, mas ele continua naquela ligação anterior”.

A diretora do Procon volta a orientar que em hipótese alguma o consumidor deve repassar, por telefone, informações e dados pessoais para atendentes de instituições financeiras. “Não pode passar dados em ligações, onde você não sabe com quem está falando”. Ela também alerta sobre procedimentos que fogem do padrão dos bancos, como pedir a senha por telefone ou enviar o motoboy para entregar o cartão.

O Procon Paraná já atendeu duas pessoas, somente este mês, que caíram no golpe do motoboy. Uma delas teve um prejuízo de pelo menos R$ 13 mil.

Fonte: Metro Jornal