Sorocaba tem a melhor GCM entre as 10 maiores cidades do Estado

0
111

O levantamento feito pelo Indsat foi realizado no último trimestre de 2018

Sorocaba tem a melhor Guarda Civil Municipal (GCM) entre as 10 maiores cidades do Estado de São Paulo, segundo pesquisa divulgada pelo Instituto de Avaliação dos Serviços Públicos (Indsat). A cidade ocupa a primeira posição ao lado de São José dos Campos. O levantamento realizado no último trimestre de 2018 apontou que as líderes do ranking receberam exatamente a mesma pontuação. Com 607 pontos, as cidades receberam Grau Médio de Satisfação e conquistaram a 1ª posição da lista geral. Ambos os municípios têm 52 pontos de folga da 3ª colocada São Bernardo do Campo. Ao todo, sete cidades foram classificadas com Grau Médio e três municípios receberam Baixo Grau de Satisfação. O que a pesquisa aponta no sentido da satisfação da população com a atuação da corporação é resultado dos investimentos realizados pela atual administração na área, que tem intensificado as ações visando garantir a segurança do patrimônio público e da população, sobretudo, com a realização de ações integradas com as demais forças policiais.

Analisada separadamente pelo Indsat, a Guarda Municipal também pode ser relacionada a outros segmentos como Segurança Pública, por exemplo. Medir a sensação de segurança nas cidades, por sua vez, permite fazer uma análise de áreas como Qualidade de Vida, Educação e Geração de Empregos. Para calcular o índice de satisfação dos serviços públicos, o Indsat possui uma metodologia exclusiva de classificação. A pesquisa ouviu 400 entrevistados.

De acordo com o Indsat, este é o melhor índice de satisfação registrado em Sorocaba. As pontuações da Guarda ficaram entre 511 pontos e 631 pontos do 2º trimestre de 2017 para cá. O menor índice havia sido registrado no 3º trimestre de 2017 e melhor resultado foi obtido no 1º trimestre de 2018.

Investimentos e ações integradas

A atual administração, que tem a frente o prefeito José Crespo, tem investido cada vez mais na área de segurança. Esta gestão foi responsável pela aquisição de 16 novas viaturas para a Guarda e 400 novos coletes balísticos.

E, nesse aspecto, a atual administração tem intensificado as ações visando garantir a segurança do patrimônio público e da população, sobretudo, com a realização de ações integradas com as demais forças policiais. Tanto, que ao longo de 2018, foram 283 trabalhos integrados, contra 88 em 2017. As ações são realizadas em parcerias com as polícias Militar, Ambiental e Civil, além da Cetesb, Corpo de Bombeiros e principalmente em conjunto com outras secretarias.

Entre as operações, a “Olho Vivo” e “Saturação”, que combate os crimes de roubo e furto de veículos, foram as mais recorrentes. Realizadas em parceria com a Polícia Militar totalizaram 253 ações. Já com a Polícia Civil, outras 30. A união das forças policiais também tem como foco o combate à perturbação de sossego. As operações realizadas nas noites e madrugadas, em locais onde há aglomeração de pessoas, ocorrem frequentemente para garantir a segurança dos moderadores em especial na Zona Norte da cidade.

A Guarda Civil Municipal (GCM) também realizou outras importantes ações ao longo de 2018 contra o crime, com a apreensão de 72.384 porções de maconha, 35.709 de crack e outras 66.389 de cocaína. No que se refere à apreensão de produtos comercializados ilegalmente somente em gênero alimentício foram 695,3 quilos, 10.668 maços de cigarros, além de 26.557 objetos diversos. A Guarda foi responsável por localizar 62 veículos produtos de roubos ou furtos em nossa cidade ou em outros municípios. Um total de 475 pessoas foram presas em flagrante pela nossa corporação por praticarem algum tipo de crime. “Criada em minha gestão, uma das ações conjuntas mais importantes, é realizada em parceria com a Secretaria de Igualdade e Assistência Social a Operação Dignidade trabalha para combater o problema da população em situação de rua e reúne profissionais de outras duas secretarias: Saúde; Conservação, Serviços Públicos e Obras, além da Polícia Militar”, destaca o prefeito José Crespo.

No combate às construções clandestinas, a equipe da segurança também trabalha em conjunto com Secretaria de Planejamento e Projetos, na Operação Legalidade, criada no governo José Crespo. A ação reúne o maior número de órgãos de defesa, com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, do Ministério Público, da Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo, da Cetesb, do Saae, da Urbes e das secretarias municipais de Habitação e Regularização Fundiária; Fazenda; Conservação, Serviços Públicos e Obras e Assuntos Jurídicos e Patrimoniais. A primeira operação ocorreu em junho do ano passado no bairro Brigadeiro Tobias e embargou um loteamento ilegal que colocava em risco a segurança da população. Implantado também nessa gestão, a ferramenta inédita disponível é com relação às mulheres vítimas de violência doméstica: o Botão do Pânico, implantado em fevereiro do ano passado. Sorocaba passou a ser uma das pioneiras a contar com o sistema que funciona por meio de um aplicativo de celular. Em apenas um ano, o dispositivo foi acionado 59 vezes com 7 prisões e 11 conduções para a delegacia.

FONTE: Secom